Nesse guia, vamos mostrar como instalar KVM no Linux Fedora. KVM (Kernel-based Virtual Machine) é uma solução de virtualização para sistemas Linux, semelhante ao Hyper-V para Windows.

Logo do KVM
Créditos: freelogovectors.net

Requisitos

Espaço em disco : ao menos 600 MB por Sistema Convidado, dependendo do sistema, esse valor poderá ser maior, por exemplo, um sistema Windows é possível ser necessário ao menos 20 GBs.

Memória ram: ao menos 256 MB por Sistema Convidado, dependendo do sistema, esse valor poderá ser maior, por exemplo, um sistema Windows 7 é recomendado ao menos 2 GB de ram.

Além disso temos que pensar no sistema que está rodando já na máquina, no caso do Fedora, é necessário ao menos 3 GB de espaço em disco e 1 GB de ram.

Processador com extensões de virtualização: Hoje a maioria dos processadores, seja Intel ou AMD, tem as extensões de virtualização, as chamadas Intel VT ou AMD-V, porém em alguns casos está desabilitada na BIOS, para verificar se está ok, podemos rodar o comando abaixo no terminal:

egrep '^flags.*(vmx|svm)' /proc/cpuinfo

Para abrir o terminal, pressione a super key (Geralmente a tecla do “Windows”) e digite terminal:

Busca Terminal no Linux Fedora
Créditos: comoinstalar.com.br

Execute o comando, caso ele volte em branco, seu processador não tem suporte, ou o mais provável, está desabilitado na BIOS. No exemplo abaixo, vemos que temos suporte a virtualização:

Resultado egrep '^flags.*(vmx|svm)' /proc/cpuinfo
Créditos: comoinstalar.com.br

Como instalar KVM no Linux Fedora 35/34/33/32/31/30

Passo 1: Instalar o KVM / QEMU

Vamos instalar os pacotes de virtualização necessários no seu sistema fedora, executando o seguinte código no terminal:

sudo dnf -y install bridge-utils libvirt virt-install qemu-kvm

Após executar esse comando, vai pedir para você inserir a senha do seu usuário, insira e então a instalação irá começar. Após a mensagem abaixo, está terminado a instalação:

Resultado instalação pacotes de virtualização
Créditos: comoinstalar.com.br

Agora vamos conferir se os módulos foram carregados no Kernel, para isso execute o comando abaixo no terminal:

lsmod | grep kvm

Se tudo estiver certo, terás um retorno parecido com a imagem abaixo:

Resultado lsmod | grep kvm
Créditos: comoinstalar.com.br

Agora vamos instalar alguns pacotes adicionais que serão úteis para o gerenciamento das máquinas virtuais:

sudo dnf install libvirt-devel virt-top libguestfs-tools guestfs-tools

Irá pedir uma confirmação para instalar, basta apertar S ou Y (dependendo da linguagem do seu sistema operacional) e apertar Enter, após a mensagem abaixo, a instalação está completa:

Resultado instalação pacotes adicionais kvm
Créditos: comoinstalar.com.br

Passo 2: Iniciando e ativando o daemon do KVM

Por padrão, o daemon do KVM, “libvirtd” não vem iniciado e nem ativado para iniciar automaticamente no sistema, então vamos iniciá-lo com o comando abaixo:

sudo systemctl start libvirtd

Agora vamos ativar o serviço para iniciar automaticamente no boot:

sudo systemctl enable libvirtd

resultado enable libvirtd
Créditos: comoinstalar.com.br

Passo 3: Instalar o Gerenciador de Máquinas Virtuais

Quando estamos trabalhando com a versão desktop/gráfica do Fedora, podemos utilizar um gerenciador de máquinas virtuais com uma interface visual, para isso, vamos instalá-lo com o seguinte código:

sudo dnf -y install virt-manager

resultado instalação virt manager
Créditos: comoinstalar.com.br

Passo 4: Criando uma máquina virtual

Vamos abrir a busca do fedora, apertando a Super Key (Tecla do “Windows”), e escrevendo Gerenciador:

Buscando Gerenciador de Máquinas Virtuais
Créditos: comoinstalar.com.br

Irá pedir sua senha, basta colocar a senha e clicar em Autenticação.

Clique no ícone de criação de máquina virtual:

Criando VM
Créditos: comoinstalar.com.br

Agora basta seguir os passos.. Nesse exemplo vamos criar uma máquina Windows 10, confira nas imagens.

Selecionamos Midia local (ISO):

Selecionando ISO
Créditos: comoinstalar.com.br

Clique em Navegar:

Navegando para buscar ISO
Créditos: comoinstalar.com.br

Na próxima tela, clique em Navegar Localmente, e selecione a ISO que deseja instalar:

Navegar Localmente para buscar ISO
Créditos: comoinstalar.com.br

Agora clique em Avançar:

SO Máquina Virtual
Créditos: comoinstalar.com.br

Caso apareça a mensagem abaixo, clique em Sim:

Permissões ISO
Créditos: comoinstalar.com.br

Na próxima tela, selecione a quantidade de memória ram e núcleos de CPU:

Tamanho VM
Créditos: comoinstalar.com.br

Na próxima tela, selecione o tamanho do disco virtual que alocará para a máquina virtual:

Tamanho Disco Virtual
Créditos: comoinstalar.com.br

Na próxima tela, dê um nome para sua VM e clique em Concluir:

Nome da VM
Créditos: comoinstalar.com.br

Agora já irá abrir a tela da VM com a Instalação, basta prosseguir normalmente:

VM Iniciada
Créditos: comoinstalar.com.br

 

Conteúdos relacionados

Documentação Fedora

Computing for Geeks

VirtIO – Drivers para VMs KVM

Documentação drivers para Windows em VMs KVM

 

Caso tenha dúvidas, não deixe de comentar! Siga nós no Facebook e compartilhe com seus amigos!

 

Matheus Azzi

Formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas pela FTEC, morador de Bento Gonçalves/RS, frequentador assíduo de bares e shows de Rock’n’Roll. Curte ouvir Rock, Metal e alguns Punk Rocks, volta e meia acaba inevitavelmente decorando uma música sertaneja ou dançando um pagodinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.